Queridos irmãos, que a paz do Senhor esteja convosco. 

Gostaría partilhar algumas informações relativamente ao surto do novo corona vírus (COVID-19), que poderá ser de muita ajuda neste tempo perigoso e que está ao alcance de todos.

 Entre outras coisas, como todos sabemos, para fortalecer o sistema imunológico é necessário consumir regularmente frutas cítricas, própolis, mel, entre outros. Além disso, é muito importante descansar o suficiente, sendo recomendável ir dormir antes da meia-noite, fazendo o possível para descansar antes das 22h. O descanso desempenha um papel significativo para o sistema imunológico. Um pastor adventista, que também é médico, explicou que durante a noite iniciam-se os processos reparadores no corpo e a restauração completa do organismo só acontece com o auxílio do descanso necessário. 

O que pode ajudar?

Nesta altura, devemos ingerir quantidades adicionais de vitamina C e Zinco. Os mesmos podem ser encontrados no sumo limão, entre outros, sendo recomendável beber diluído em água e não puro. Os comprimidos efervescentes de vitamina C, fortificados com zinco, também podem ser uma opção aceitável e fácil de beber, mesmo para as crianças.

A vitamina D também desempenha um papel importante no fortalecimento do sistema imunológico. O ideal é tomar sol pelo menos 15 minutos diariamente, mas se não for possível (por exemplo no inverno), poderá ingerir esta vitamina em forma de suplemento alimentar (existe de origem vegana).

Segundo conselho de um infectologista, para quando nos encontramos num lugar público e onde existe aglomeração de pessoas e potenciais infectados, é bom ter uma garrafa de água e beber a cada 15 minutos. No caso do vírus ter contacto com a boca, olhos ou nariz, através de fluidos no ar, a água pode transportá-lo até ao estômago, onde o ácido gástrico poderá neutralizar ou até exterminá-lo.

Agora gostaría de destacar o Côco: a polpa, o leite e especialmente o óleo. Relativamente ao óleo de côco, devemos fazer o possivel de utilizar o produto orgânico, extraído a frio e extra virgem. Quando o óleo é digerido, o monoglicerídeo conhecido como monolaurina é produzido no organismo. O ácido láurico, presente no óleo de côco, e a monolaurina, ajudam a diminuir os patogénicos nocivos, como bactérias, vírus e fungos e ainda a combater infecções. “É o único alimento que tem ácido láurico, substância que só encontramos no leite materno”, explicou um médico cardiologista e nutrólogo. Enquanto no leite materno é possível encontrar 19% de ácido láurico, no óleo de côco esta quantidade alcança os 47%.

Espero que estos conselhos possam ser úteis para todos. Lembremos que o nosso sistema imunológico se debilita através do consumo de açúcar, produtos industrializados (onde se utiliza farinha refinada ou gorduras saturadas), assim como um estado psicológico frágil (tristeza, rancor, sensação de culpa, inveja, mal humor, entre outros).

Queridos irmãos, a nossa única salvaguarda encontra-se na misericórdia de nosso Salvador. Sem a Sua proteção, o ser humano é vulnerável como uma flor. Hoje é o tempo de rever a nossa vida e conduta. Como está o nosso caso diante de Deus? Enquanto exista tempo de graça, podemos endireitar o nosso caminho, com a ajuda do nosso Salvador. Entreguemos nossa vida ao Senhor e Ele tudo fará.

Que a graça do Senhor Jesus Cristo seja com todos vós.

Em Cristo, vosso irmão na preciosa esperança.

 

 

VILI POPOVIC

Vili Popovic, nasceu em Pula, república da Croácia, casado com Rute Maria de Almeida Ilheu, graduado em Músicologia, Teoria da Música e Violino. Cresceu no meio reformista e valoriza a alimentação vegetariana como condição para ter saúde e o uso dos remédios naturais para tratar enfermidades.